MILLENNIUM MOMS, COMO OS ESTEREÓTIPOS MUDARAM E DERAM FORÇA ÀS MULHERES MULTIFACETADAS


12 de dez de 2017




Conhecidas pela multifuncionalidade e competência, as mulheres hoje ocupam um lugar na sociedade, antes jamais imaginado



De fato, a maternidade é um dos momentos mais lindos na vida de uma mulher. Mas, nos dias atuais, ela deixou de cumprir apenas o papel de mãe, para exercer outras funções na sociedade.

São profissionais, empreendedoras, cuidam do lar, marido e filhos e ainda sobra tempo para se engajarem nas lutas sociais. A mulher moderna conquistou espaços que jamais poderíamos imaginar.

Mas, não pense que nessa conquista foi tudo um mar de rosas. Antigamente, o sexo feminino era encarregado apenas da procriação e realização das tarefas do lar. Cuidar do marido, lavar e passar.

Sem voz ativa e sem direitos, as mulheres tiveram que lutar muito para conseguir se impor diante de uma sociedade machista e conservadora. E ainda luta.

Hoje, elas já ocupam cargos, que antes eram considerados masculinos, e executam as tarefas com a mesma capacidade, ou capacidade ainda maior do que os homens.

E o melhor: tudo isso, sem deixar de ser uma mãe presente para seus filhos, atuando na educação e na criação dos pequenos de forma eficiente e maternal.

FILHOS X CARREIRA: COMO CONCILIAR?


Conciliar uma carreira promissora com a vontade de ser mãe e acompanhar o crescimento e desenvolvimento dos filhos, pode ser um desafio e tanto para quem sonha com a maternidade.

Atualmente, é comum ver mulheres priorizando o crescimento profissional e a estabilidade financeira, antes de pensar em ser mãe.

A busca pela qualificação e conhecimento, tem feito com que muitas mulheres adiem essa etapa, pois cresceram sendo incentivadas a crescer pessoal e profissionalmente, antes de formar uma família.

Embora seja uma realidade, existem maneiras de combinar as duas coisas, sem que nenhuma delas seja prejudicada.

Atualmente, muitas empresas procuraram se adaptar para receber as mulheres mães no mercado de trabalho, oferecendo benefícios voltados especialmente para essas profissionais.

Horários flexíveis, auxílio-creche, serviços home-office e até berçários na própria empresa, já são uma realidade no cenário corporativo para as mamães que desejam se recolocar no mercado, sem com que isso resulte no sofrimento do seu bebê.

A MULTIFUNCIONALIDADE DA MULHER


Conhecidas por realizar mil e uma tarefas de uma só vez, a mulher possui a capacidade de dividir-se entre as tarefas domésticas, a vida profissional e a educação dos filhos, sem que uma coisa atrapalhe a outra.

Considerada como uma qualidade que a destaca no mercado de trabalho, a da mulher multifuncional, ainda encontra tempo para se dedicar aos cuidados com o corpo e a saúde.
Entretanto, não pense que isso é uma tarefa fácil. Muitas vezes, isso pode sobrecarregá-la, causando altos níveis de estresse e até mesmo desenvolvendo a depressão.
É preciso desconstruir os pensamentos machistas de que os homens não precisam ajudar com as funções do lar. Os cuidados com a casa e os filhos, devem ser igualmente divididos, para evitar o desgaste de ambos.

O equilíbrio entre as obrigações e os momentos de lazer é necessário para que isso não acabe se tornando um pesadelo. Em algumas situações, deve-se priorizar aquilo que faz mais sentido para você.

EDUCANDO PARA O FUTURO


Em meio aos desafios que as mulheres modernas encontram, ainda existe a boa e velha preocupação com a criação e a educação dos filhos.

Com a tecnologia cada vez mais presente na mão de crianças, fica difícil determinar o que é bom e o que não é para a criação dos pequenos.
Com tantas informações e receitas de como educar seus filhos, muitas mães ainda dão preferência para a criação à moda antiga, longe dos aparelhos tecnológicos, evitando a inserção precoce neste universo.

Além disso, é importante desde pequenos, introduzir a eles a cultura da igualdade dos gêneros e a importância do respeito entre ambos, para que cresçam conscientes de que as mulheres são igualmente capazes.

 AS MAMÃES NAS REDES SOCIAIS


Inicialmente criados para compartilhar experiências e trocar informações, os blogs e redes sobre maternidade estão ganhando cada vez mais adeptos na internet.
Nesses espaços, é possível encontrar dicas desde como introduzir a alimentação para o seu bebê, até como tirá-lo das fraldas, por exemplo.

A indicação de lojas de bebê e a recomendação dos produtos mais usados, também são feitas através das plataformas.


Um universo completo para as mamães de primeira viagem, os blogs nas redes sociais também são uma forma de interagir e mostrar o dia a dia vivido por essas mulheres, que encontraram nas plataformas, uma maneira para se expressarem.




13 comentários:

  1. De fato mesmo a maternidade é o momento mais feliz na vida de uma mulher. Mais ainda não tive esse prazer. Linda postagem flor. Amei, bjosss

    ResponderExcluir
  2. Mulher sempre fez muito em casa né, mas sempre tem quem ache que não fazem nada, mas hoje em dia as mulheres são mães, são funcionárias, são o que elas quiserem e essa multifuncionalidade para mim é muito bom.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o texto e me identifico super...também sou mãe e sei o quanto é difícil fazer tudo isso e as vezes ao mesmo tempo!rs Bjs Verônica Alves

    ResponderExcluir
  4. Gostei do post, não sou mae, mas vejo a dificuldade das minhas amigas, vou indicar para elas

    ResponderExcluir
  5. Muito bom <3 sou mãe e me vi no post

    ResponderExcluir
  6. Eu vivia a maternidade com principal escolha bem antes de conhecer esse universo materno. Acho que ajudam bastante com conhecimentos e trocas de experiências.

    ResponderExcluir
  7. Seu post está lindo. Ter essa dádiva com certeza deve ser o melhor sentimento. <3
    Você conseguiu passar muito sentimento no seu post,assim ele ficou ainda mais especial.
    Todo os desafios que você citou já vi muitas mães passarem,ainda bem que no final vale a pea <3
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  8. Eu ainda nao sou mãe, mas pretendo ser.
    Ler sobre já me ajuda a pensar em como será minha organização. Porque já não eh fácil dividir tempo entre casa, trabalho, amigos, marido...

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda nao sou mãe, mas pretendo ser.
    Ler sobre já me ajuda a pensar em como será minha organização. Porque já não eh fácil dividir tempo entre casa, trabalho, amigos, marido...

    ResponderExcluir
  10. Olá
    É minha amiga, seja bem-vinda ao clube !
    Sou mãe de prineira viagem dosegundo filho, rs
    Sei bem o que é isso.
    Força na peruca!
    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Olá, adorei o tema! Eu, se tiver filho, pretendo não deixar de trabalhar. Na minha empresa pagam auxilio creche, também já ajuda. Mãe ser só dona de casa é coisa do passado :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Muito bom o seu post, me vi em diversos parágrafos.
    Penso em ser mãe, mas venho adiando isso por colocar minha estabilidade financeira como uma prioridade.

    ResponderExcluir