Carta de um metabolismo Lento


10 de ago de 2017





Que humano, eu sei que você anda desapontado comigo. Sei que nos últimos tempos você me esconde em baixo de roupas largas e evita praia. Você exige uma energia que não tenho. 





Suas bolachas recheadas e refrigerantes não me dão o suporte necessário.

Fico sobrecarregado e infelizmente, me vejo obrigado a estocar energia em forma de gordura. Eu sei que você se envergonha do seu estoque de energia, mas o que você me pede, não posso lhe oferecer.

Estou fraco! Não descanso e não sei quando foi meu último sono reparador. Quando acordo, você não me alimenta e quando me alimenta, não é com qualidade.

Estou estressado e próximo de um colapso nervoso. Sei que você espera mais de mim, mas tenho que ser sincero: também esperava mais de você. Você me pede foco, energia e menos gordura. Eu lhe peço nutrientes, hidratação e descanso. E assim como você, estou a ver navios.

Você se chateia com o intestino preso, mas não me peça para lembrar de algo agora. Meu estoque de antioxidantes está baixo, minhas membranas celulares sem flexibilidade e a gordura ruim que você consome, acaba comigo!

Já não consigo transportar bem o açúcar que você ingere e contra minha vontade, tive que chamar a amiga insulina com mais frequência. Se você está tonta e com dor de cabeça, a culpe. E você bem sabe o quanto ela é difícil: sempre que aparece de forma desordenada sou obrigado a estocar ainda mais gordura.

Desista dos cremes e das massagens, meu amor. Já não respondo aos estímulos externos. Estou tão nervoso que pedi conselhos ao cortisol. Ele me aconselhou a reter o máximo de líquido que puder para me proteger e sempre que possível, me livrar do peso desnecessário dos músculos. Bem, músculos são pesados e eu já não tenho capacidade de carrega-los por aí. Optei pela gordura meu bem, me desculpe.

Com a escassez de nutrientes tive que fazer escolhas drásticas. Não estou mais nutrindo sua pele e cabelo, logo, você os verá ir embora. Estou tão nervoso que cápsulas e suplementos não são absorvidos.

Quanto mais adoeço, mas você me agride com remédios. Você não prestou atenção aos sinais e abusou de mim. 

Agora que desabafei lhe pergunto, quando me cansar e for embora, onde você irá morar?

Depois dessa carta com certeza você também vai querer mudar e porque não agora?

Porque deixar para amanhã o que podemos fazer hoje?

Nesse post sobre alimentação você vai aprender a se alimentar melhor e nesse vai aprender como fazer jejum e emagrecer bem mais rapido.

Agora se você quer realmente mudar assista o vídeo de 10 minutos que está nesse link https://go.hotmart.com/Q6292526V que você também vai aprender como eu.

Venham também!!!

2 comentários:

  1. Que reflexão! Tanto de mim aí...Estou em um processo de reeducação alimentar e em busca de mais qualidade de vida! Ótimo post!

    ResponderExcluir
  2. Sensacional!!!!! Eis uma sincera carta que faz abrir os olhos!!! Amei!!! Parabéns pela criatividade!!!

    ResponderExcluir