Feira Baby Bum em Campinas


30 de mai de 2016


Olá Mamães e Papais,


Tudo bem?


Vocês conhecem a feira baby bum? Senão venham conhecer e não percam a oportunidade de comparecer na feira em Campinas agora em junho.


Feira baby bum junho em campinas


Baby Bum chega a Campinas em Junho
Tradicional feira infantil de São Paulo será realizada no Vitória Hall, na primeira quinzena de Junho.

Especialmente direcionada ao universo infantil e maternal a feira Baby Bum chega a Campinas no mês de junho (09, 10 e 11), com artigos e produtos especiais para vendas diretas e sugestivas a estes consumidores especiais. Considerada uma das mais modernas do setor nacional a Feira tem entrada gratuita e, na primeira edição campineira, contará com a parceria da Rede Vitória Hotéis, para apresentar, ao interior paulista, as novidades mais interessantes do Mercado Infantil.

De acordo com os organizadores do evento o grande diferencial da Baby Bum é oferecer - em um só lugar - produtos autorais, atuais e criativos, com acabamentos de qualidade, dedicados a este público. Na lista de participantes, marcas que prezam, não somente pelo conforto de crianças e bebês, mas também, pela praticidade aliada às responsabilidades socioambientais, estão sempre em destaque. “Na edição organizada no salão do Vitória Hall de Campinas participarão 50 expositores, sendo a grande maioria da Capital, e, assim como nas edições paulistanas, o evento será de quinta a sábado, para que as mães que trabalham possam visitá-la até mesmo na hora do almoço, ou no final do dia, sem perder a possibilidade de trazerem os filhotes aos finais de semana”, ressaltou a Diretora Geral da Baby Bum, Graziella Soubhia.

Afinal, além da apresentação dos produtos e serviços que estabeleceram a grande credibilidade do evento, organizado há 10 anos em São Paulo, a Baby Bum reserva atividades exclusivas dedicadas aos pequenos acompanhantes, além de uma sala vip com trocador e poltronas aconchegantes para uma amamentação tranquila.

Para Eduardo Porto, diretor de marketing da Rede Vitória Hotéis, a chegada da Baby Bum em Campinas marcará uma oportunidade mercadológica alternativa para toda a região. “Será uma grande oportunidade para conhecer produtos realmente diferenciados e é um prazer recebermos um evento como este, pela primeira vez, na cidade e em nosso hotel”, considera. A edição campineira manterá, também, uma ação filantrópica especial com o repasse de 3% do lucro final ao Centro Infantil Boldrini (hospital filantrópico, especializado em oncologia e hematologia pediátrica).

Conheça Algumas Marcas Participantes:

Tip Toey Joey
Dos carimbos do pezinho da Sofia às forminhas de madeira lixadas a mão! Foi assim que nasceu o primeiro Tip. E esta forminha continua sendo a base de todos os sapatinhos da família Originals (que calça de três meses a dois anos, do 16 ao 22). Todos feitos de couro e outros materiais naturais, macios e leves, para calçar o seu bebê com o mesmo carinho.

Baby & Me
A marca começou com o sonho de descomplicar a vida. Principalmente naqueles momentos de aperto: cocô até as costas, xixi inesperado, lugar sem infra, sofá da sogra, mudança de fase, piquenique no parque, na praia, e muitas outras situações do dia a dia. Trazendo mais conforto, higiene, praticidade a qualquer hora e lugar. Alguns dos produtos da marca são:

·         O Desfralde que é um protetor de colchão diferente dos convencionais, pois, protege os pequenos do despertar noturno. O protetor é super absorvente mantendo-os somente úmidos, e não encharcados, não atrapalhando as noites de sono, principalmente no momento do desfralde. Serve também para qualquer vazamento, vômitos ou incidentes na cama/berço.  

·         O Trocador além de absorvente - o que promove uma troca mais segura e confortável - é também descartável. Sujou descartou (ou não). Cada trocador pode ser usado facilmente entre 07 e 10 trocas sem maiores incidentes.

·         “porta-caca” foi feito pra isso, para salvar a vida dos papais nessas situações. O pacotinho vem com quatro rolinhos, pra deixar no carro, na bolsa, em casa, qualquer lugar. E ainda é oxibiodegradável, se decompõe no ambiente em apenas 18 meses. Vambora, salvar a nossa vida e o Meio Ambiente.
Gloops
Depois de muita pesquisa, desenvolvimento e ralação a marca criou uma bebida super sofisticada e ao mesmo tempo simples: suco de fruta realmente natural com a adição de gás. Pronto! O resultado é muita refrescância, sabor de fruta de verdade e as borbulhas que deixam tudo mais divertido e saboroso como as crianças gostam. Corantes, aromatizantes, ácido fosfórico ou qualquer outra coisa que não faça parte da natureza não entra nas garrafas! Finalmente todos eles podem beber algo delicioso, divertido e, por que não, saudável?

Ecotrends
A marca é 100% nacional e composta por duas linhas de produtos muito práticos, estilosos e ecológicos. As bermudas, sungas, maiôs e biquínis têm fraldinha interna substituindo as fraldas de piscina descartáveis. São laváveis e reutilizáveis, portanto econômicas e ecológicas. As peças são confeccionadas com tecido biodegradável e com proteção solar. Para completar o visual, a linha inclui chapéus, camisetas e roupões; tudo com estampas lindas e exclusivas para deixar o bebê protegido com muito estilo. A linha Babywear da Ecotrends foi desenvolvida pensando no conforto e bem-estar para o cotidiano dos bebês e suas diferentes fases. Composta por calcinhas/cuequinhas de transição substituem as fraldas “pull-up” descartáveis. Ideais para o período de desfralde evitam os acidentes de percurso, e o melhor, são laváveis e reutilizáveis. Fabricadas em algodão são muito confortáveis e bonitas.

Apoio e Atividades para os Pequenos, durante a Feira:

·         Brincadeiras:
As atividades desenvolvidas para as crianças serão organizadas pela casa de brincadeiras, Quintal do Bosque e custarão R$20 a hora (valor por criança).
·         Fraldário e Amamentação
Para maior conforto das mamães e dos bebês a sala de fraldário e amamentação da feira terá a decoração aconchegante organizada pela marca Bicho Papão.

·         Lanchinhos e Comidinhas
Um Café coordenado pela Rede Vitória terá itens para venda, tais como refrigerantes, água, suco, café expresso, sanduíches naturais e doces. Os itens custarão entre R$3 e R$10 cada.
Serviço:
Evento: Feira Baby Bum (de 0 a 12 anos)
Datas: 09, 10 e 11 de junho de 2016
Onde: Salão Vitória Hall (Vitória Hotel Concept Campinas), Av. José de Souza Campos, 425 - Cambuí, Campinas - SP, 13092-123.
Entrada: Gratuita. 
Cartões crédito e débito: VISA e Mastercard; não aceita cheques.
Valet Parking: 
R$16 a primeira hora + R$5 horas posteriores.
Informações: (11) 99151-3176 ou (11) 99149-6075.

Espero que gostem.




Petitebook - Livros para as crianças


25 de mai de 2016


Olá Mamães e Papais,

Tudo bem?


Petitebook livros para as crianças de 0 a 5 anos



Recebi da Petitebook dois livros Uma lagarta comilona do Eric Carle e Isso eu sei! da Moni Port, esses livrinhos veio átraves da parceria com o Sampa Mamãe que são um grupo de mamães de São Paulo que faço parte.
Aqui os dois livros foram um sucesso rsrsrs, meu filho me conta a história da lagarta todos os dias antes de dormir rsrs.
Para estimular a leitura desde a primeira infância, que vai de 0 aos 5 anos de idade, a petitebook criou seu clube de assinatura de livros. É por meio da leitura que as crianças desenvolvem a imaginação, com cultura e novos aprendizados.
A leitura é capaz de ajudar no desenvolvimento da memória e da atenção seletiva, que é muito importante para concentração. Além disso, ajuda com a noção de tempo, a ordenar ideias e a estruturar o pensamento, e é diversão garantida quando papai e mamãe ajudam na tarefa, contando histórias, fantasiando e aguçando a imaginação dos pequenos.
A seleção dos livros é feita de acordo com a faixa etária das crianças. Ler para os pequenos de até dois anos de idade, que ainda não aprenderam a falar, contribui muito para o desenvolvimento da linguagem. Neste caso, a marca envia modelos de fácil manuseio, no tamanho exato das mãozinhas dos pequenos, macios e impermeáveis para que os bebês possam morder, apertar e, até mesmo, levar para o banho.
Para as crianças de 3 e 4 anos que já possuem um vocabulário mais rico, os livros têm o objetivo de ampliar a linguagem com textos mais estruturados, capaz de contribuir para o desenvolvimento de habilidades e também ajudar com assuntos do dia a dia como alimentação saudável, altruísmo, ajuda mútua, cooperação, respeito e obediência aos pais.
Os livros abrem um universo de possibilidades proporcionando novos aprendizados, já que exploram os sentidos do tato, da visão e da audição. Estimular as crianças com boas escolhas de livros é o caminho mais adequado para a formação dos futuros leitores. Por isso, cada livro enviado pela petitebook é selecionado por especialistas que escolhe os títulos a fim de contribuir com o desenvolvimento adequado e dentro da faixa etária de cada criança.


Sobre a petitebook
A marca com expertise em clube de assinaturas para gestantes e bebês inova com lançamento do petitebook, um clube de assinaturas de livros para crianças até cinco anos de idade. O ponto de partida para a idealização do projeto foi tornar o conhecimento acessível e incentivar o hábito de ler desde pequeno.
Para Felipe Wasserman, presidente do clube de assinatura, “a petitebook surgiu para democratizar o hábito de leitura no Brasil, principalmente para a primeira infância que é um momento de grande desenvolvimento e proximidade entre os pequenos e os pais. Nossos planos possuem preços acessíveis e garantem a comodidade de receber os livros em casa”. 
Outra vantagem é que uma equipe de profissionais especializados seleciona os livros de diferentes editoras, conteúdos e perfis, de acordo com a idade das crianças e envia direto para o endereço registrado na assinatura. Disponíveis em pacotes avulso, trimestral e semestral, são opções criativas para presentear.
Os livros também promovem um momento especial entre as crianças e seus pais, avós, irmãos e amigos, proporcionando o desenvolvimento infantil por meio de cores, formas e imagens. As assinaturas custam a partir de R$ 49,90 por mês e existem opções de planos: avulso, trimestral e semestral.

Gostamos muito dos livros as imagens são lindas e para a idade do meu filho foi perfeito, até hoje foram o que ele mais gostou.
Então é uma ótima dica para nós mamães incentivarmos o nosso pequeno a ler e se divertir junto com eles.

Imagens dos livros:

Livros Petitebook


Livro isso eu sei petitebook


Uma lagarta muito comilona petitebook


Vocês já conhecem o Petitebook?

Deixe seus comentários.




Mamãe Arquiteta - Nova parceira


20 de mai de 2016


Olá Mamães e Papais,

Tudo bem?



Hoje apresento a Anna do blog Mamãe Arquiteta, é a minha nova parceira , nós posts dela vocês vão poder conferir muitas inspirações de quarto e muitas dicas de como usar a arquitetura a nosso favor.
Venham conhece - lá.

Eu estava a procura de uma nova colocação no mercado da construção civil, quando descobri minha gravidez.
Foi muita alegria e uma grande mudança em minha vida, decidi me dedicar integralmente à maternidade.
Aproveitei muito e curti cada instante da gestação e os primeiros anos da minha filha.
Me sentia completa e feliz, porém apesar da muita vontade de voltar a trabalhar não queria abrir mão de estar com a Alice.
Assim comecei a atender aos pedidos de amigos e familiares, fazendo projetos de decoração e oferecendo consultoria, foi durante este período que nasceu o blog Mamãe Arquiteta.
Como no blog  procuro trazer sempre dicas e inspirações de quartos e ambientes infantis, comecei a ser procurada por mamães que queriam consultoria para estes ambientes; e assim mergulhei de cabeça em projetos focados em bebês e crianças.
Acredito em uma arquitetura acessível a todos, porque todos precisam de ambientes pensados, bem organizados e planejados. Que ter um ambiente, mesmo que infantil, projetado por um(a) Arquiteto(a) não precisa ser necessariamente caro e luxuoso, mas sim, funcional, acessível e dentro das condições financeiras e necessidades de cada cliente. Assim hoje, ofereço através do site Mamãe Arquiteta consultoria on line de decoração e continuo compartilhando dicas e inspirações no blog.
Sou criativa, engraçada, adoro costurar e   viajar. Amo fazer pães e bolos com a companhia da Alice e brincar de hora do chá.
Muito prazer, sou Anna Peppe, Arquiteta por formação e mãe da Alice com a benção de Deus.

Redes Sociais



Box Joanninha - Show de talentos



Olá Mamães e Papais,

Tudo bem?


Recebi da Box Joanninha uma caixa para o meu filho fazer seu próprio brinquedo e acabamos nós divertindo muito pois montamos juntos e brincamos juntos.

A Box Joanninha  foi lançado em maio de 2013, pelas sócias fundadoras do site de aluguel de brinquedos Joanninha (www.joanninha.com.br), Alessandra Piu e Anna Fauaz, o projeto é voltado para crianças de 3 a 8 anos. “Apostamos mais uma vez num olhar diferenciado do brincar e queremos transformar a rotina das famílias em momentos únicos e especiais”,afirmam as sócias.


A ideia do Box Joanninha surgiu de uma paixão por brincadeiras feitas a mão e construídas pelas próprias crianças. Muitas vezes, temos a ideia e não temos o material necessário e outras vezes, temos o material, mas não sabemos o que fazer com eles. Com o Box Joanninha, seremos facilitadores e incentivadores da criatividade e curiosidade nas brincadeiras em família.

Conheça as criadoras da empresa:

Conheça as criadoras do box joanninha

Itens da caixa

A caixa que recebemos foi a Show de talentos nela veio pratinhos de papel, guizos,araminhos, fitas metalóides, palitos de sorvete, elásticos, palitos de dente, cartolina, roletê, bola de isopor, canetinha, papel alumínio, papel laminado, durex transparente, barbante e percevejo.


caixa box joanninha show de talentos

Com todos esses itens você monta um tamborim, gaita e um microfone.
Para auxiliar a montar os brinquedos veio uma cartinha que te ensina passo a passo de como montar seus brinquedos.
Aqui tem show de talentos todos os dias agora rsrs.
Está super aprovado pelo pequeno.


brinquedos montados box joanninha


A empresa trabalha com 4 planos de assinatura mensal, trimestral, semestral ou anual.

Onde encontrar:

Site: http://www.boxjoanninha.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/boxjoanninha







Pais & Filhos - Mãe também é gente


19 de mai de 2016


Olá Mamães,


Tudo bem?



Seminario Pais & Filhos




Hoje vou falar do seminário que participei no último domingo (15/05) promovido pela Pais & Filhos Mãe também é gente no shopping D&D.


O evento teve ínicio as 8:00 da manhã onde convidados e mamães retiraram as credenciais e ainda ganharam uma sacola cheia de mimos, quando olho a credencial estava a foto do meu pequeno então se batia aquela saudade era só olhar o rostinho dele rsrs.


O Seminário mãe também é gente serve para a mãe preocupada em fazer sua família mais feliz e saudável, sem deixar de ser ela mesmo. Mãe é mãe, e ser mãe é maravilhoso, mas antes de tudo, esta mãe é também uma mulher com vida própria, com sonhos, desejos e necessidades.



“Mãe também é gente” fala da necessidade de estarmos por inteiro na vida, e tentarmos ser completos, antes de ser mãe, antes da maternidade. A maternidade modifica, acrescenta, transforma, mas a mulher não pode e não deve deixar de pensar de forma independente do filho, ter seus interesses, fazer as coisas por ela mesmo, para poder entrar nessa troca, que é a relação com o filho, tendo o que dar. Sem se esvaziar. E ai, sim, ser uma mãe melhor. Ser uma mãe de verdade.
Monica Figueiredo Conselheira Pais e Filhos


Quem abriu esse seminário incrível foi a Mônica Figueiredo - Conselheira da Revista Pais & Filhos, além de ser simpática , soube conduzir muito bem o evento.

E ainda passou informações que tenho que compartilhar com vocês.


  • 97 milhões de mulheres no Brasil
  • 32,3 milhões são mães
  • 22 milhões dessas mulheres são as chefes de suas casas
  • 72% delas não planejaram ser chefe de família
  • 17,4 milhões são mães e filhos sem um pai presente.
  • 65% São Mães empreendedoras
  • 44% Falaram em uma enquete feita pela Pais e Filhos no facebook que a maior fragilidade delas são a segurança dos seus filhos.
Cris Guerra - Colunista Pais e Filhos
Fonte Pais &Filhos

A primeira palestrante do dia foi a Cris Guerra, escritora, blogueira, publicitária e colunista da Pais & Filhos.
Ela contou sobre a sua trajetória de uma maneira leve e super divertida,  mas a história é de arrepiar e serve para você pensar pois muitas vezes reclamamos de coisas pequenas , e ouvindo tudo que ela passou , você acaba falando nossa eu não tenho problemas.
Vou compartilhar a história com vocês.
Cris perdeu a sua mãe com 19 anos e alguns anos depois perdeu o pai ambos estavam com câncer.
Se casou duas vezes, teve duas gestacoes que não evoluíram, se separou,ápos as duas separações e gestações, acabou desistindo de ser mãe , seguiu a vida. Mas a vida a surpreendeu acabou se apaixonando pelo Guilherme seu colega de trabalho, como ela disse um amigo que virou seu grande amor.
Engravidou , mas no seu 7 mês de gravidez o Gui teve um infarto fulminante, ficou sem chão , imaginem você grávida perder seu grande amor, mas seguiu em frente, pois dentro dela tinha seu Francisco nome que deu para seu filho.
Criou o blog Cartas para Francisco para contar para seu filho  sobre o pai Gui, que virou livro e vai virar filme.
Pouco tempo depois criou o primeiro blog de looks diários do Brasil  Hoje vou assim. O trabalho incrível virou um livro Moda intuitiva.
Cris viaja pelo País compartilhando a sua linda história de vida.
Mãe não e um bicho frágilfoi o tema do seminário , onde conta como encontrou forças para seguir em frente e ainda 10 coisas que aprendeu com a maternidade.


  1. Não vem com manual
  2. É uma aventura sem volta
  3. Comparou chorou
  4. Mães precisam de ajuda
  5. Mães são empreendedoras por natureza
  6. ter um filho rejuvenesce
  7. Ser mãe não é nossa única forma de realização
  8. O que faz um filho feliz (entre outras coisas) é ter uma mãe feliz
  9. Ser mãe é saber dizer não, principalmente para a expectativa.
  10. Nada como um filho
E para terminar compartilhou uma frase “Não existe roteiro para maternidade e filho não vem com manual de instrução. Ele é construído aos poucos e com ajuda da própria criança”.


Cris Guerra na palestra pais e filhos
                                     Fonte: Pais & Filhos     


A segunda palestra foi da escritora norte - americana e coautora da serie best - seller A encantadora de bebês Melinda Brau.

Ela escreve sobre relacionamentos há mais de 30 anos, tem dezenas de artigos que falam sobre família, casamento, educação, saúde e sexualidade publicados no The New York Times. 
Nesse seminário abordou o assunto Criança Rei x Birra e falou sobre família, pois ser mãe é importante, família é importante.
E o que faz uma família?

1 - Os indivíduos 

2 - Seus relacionamentos
3 - Seus contexto

Ainda falou da importância em não deixar seus filhos ser o rei ou rainha da casa, como é importante dizer NÃO para a criança e ainda deu dicas de como lidar com as birras das crianças.


Abaixo algumas dicas:

1 - Nunca fazer a primeira vontade dos filhos pois vai virar um costume

2 - Dar tarefas para os filhos
3 - Não gritar e sim conversar
4 - Conversar olhando nos olhos das crianças e falar baixo pois vai acalmar o filho

A birra está associada a ansiedade e trata-lá cedo é uma das formas de evitar o desenvolvimento do transtorno.

Cada vez que a birra é encerrada de maneira tranquila, o sistema anti estresse da criança evolui um pouco.

E para finalizar Mãe não é chefe e sim Guia.



Melinda Brau escritora



Mesa Redonda



Mesa redonda com artista pais e filhos
Fonte: Pais & Filhos

   
As convidadas da Mesa Redonda foi Maria Rita mãe de Antônio e Alice, é cantora, produtora musical  e colunista da Pais&Filhos. Ana Castelo Branco, mãe de Mateus e Helena, é publicitária, colunista e embaixadora da Pais&Filhos.Gabriella Manssur é mãe de Camila, Felipe e Arthur. Ela é promotora de Justiça e idealizadora do projeto Movimento pela Mulher.Luciana Mello, mãe de Nina e Tony, é cantora. Ela e seu marido, o fotógrafo Ike Levy, são embaixadores da Pais&Filhos e Miá Mello, atriz e comediante, é mãe de Nina.
O tema principal foi ser Mãe fica melhor ainda.

Abaixo algumas falas delas.



1. Maria Rita – A maternidade me salvou. Eu trabalhava muito e quando meu filho nasceu eu aprendi a dizer não. Assim, consegui dividir o meu tempo entre trabalho, família e eu mesma.
2. Ana Castelo Branco – A maternidade virou minha vida de cabeça para baixo. Foi uma experiência radical. Eu engravidei e perdi. Um ano depois, eu tive o Mateus, com síndrome de Down e, quando ele tinha cinco meses, engravidei da Helena.
3. Maria Rita – A característica mais forte da maternidade é quando você começa a entender que cada um é uma pessoinha diferente. Você aprende a respeitá-los e eles começam a te respeitar.
4. Luciana Mello – Ser mãe é um negócio maravilhoso que aconteceu na minha vida.

Betty Monteiro
                                      Fonte: Pais & Filhos
A terceira palestrante foi Betty Monteiro, mãe de Gabriela, Samuel, Tarsila e Francisco, é psicóloga, pedagoga e colunista da nossa revista. É autora dos livros “Criando Filhos em tempos difíceis”, “Criando Adolescentes em tempos difíceis”, “A Culpa é da Mãe”, “Cadê o pai dessa Criança?”   “Avós e Sogras” e Viver melhor em família que já estou lendo o livro e estou adorando. A palestra dela foi sobre Culpa Não, pois nos mães temos sempre aquele sentimento de culpa não importando o que aconteça rsrs.
Ela disse algumas frases muito importante como:
 “Mãe perfeita não existe e se existisse seria um porre”.
“Se você souber ouvir o que seu filho tem para dizer e aceitá-lo do jeito que ele é, você já será uma boa mãe”.
Luiz Hanns Pais e Filhos
Fonte: Pais & Filhos
A última palestra foi do Luiz Hanns, pai de Antonia e Julia, é psicólogo, pesquisador e terapeuta de casal há mais de 20 anos. Ele é autor do livro “Equação do Casamento”, lançado em 2013, que apresenta seis dimensões que as pesquisas mostram ser cruciais para que marido e mulher permaneçam casados e felizes: compatibilidade psicológica, saber conviver a dois, graus de consenso, atração sexual, ciclos de vida, pressões e frustrações externas e vantagens de permanecer casado. O psicólogo também escreveu “A Arte de dar limites – Como Mudar Atitudes de Crianças e Adolescentes”.
O tema abordado por ele foi “Para ser mãe não precisa deixar de ser mulher”, com certeza todo mundo já ouviu essa frase rsrs.
Ele explicou que quando o casal vai ter filho a ídeia que eles tinham de como seria muda completamente quando o bebê nasce,  “A vivência não vai ser tão simples como o casal imaginava. A maternidade acaba sendo algo bonito, porque editamos as experiências na nossa memória e um pequeno sorriso do nosso bebê pode apagar horas de choro”.
Ainda falou que estamos muito mais exigentes, cobrando a nós mesmas e os filhos também e  acabamos ficando muiuto mais estressadas.
E com isso o casamento fica comprometido, pois estamos em função de ser mãe e  esquecemos do nosso eu , por isso que muitas mulheres acabam se brigando da função só de mãe.
O palestrante ainda listou 3 coisas que podemos aprender com os papais, são eles:
– Não é necessário (e nem possível) atender todas as demandas;
– Autorizar-se a ter o momento de descanso;
– Não viva com expectativas ou linguagem implícita.

O palestrante  finalizou com uma ótima frase:
As mulheres precisam entender que não é possível atender a todas as demandas, é questão de saber dar limites.
E assim terminou o dia com todas essas informações valiosas e já comecei a colocar em prática muito delas.
Foi convidada pela Lillo e já estou me preparando para o proxímo seminário.

Abaixo fotos dos stands:


stands do seminario pais e filhos


E aí gostaram?

Deixe seus comentários.













  


Coletor menstrual - Tudo sobre Coletor Menstrual


12 de mai de 2016



Coletor menstrual - Tudo sobre Coletor Menstrual



Coletor mestrual tire todas as suas dúvidas

Até a pouco tempo não sabia da existência do Coletor Menstrual e quando ouvi falar achei muito nojento e anti – higiênica, simplesmente porque falar do período menstrual virou um tabu praticamente.Nós ouvimos coisas horríveis sobre o período menstrual então achamos que o coletor menstrual não serve para nós, mas é ai que vou mostrar para vocês que é uma ótima escolha.

Menstruação não é nada mais nada menos do que uma camada de uma membrana chamada endométrio no nosso útero. Quando não há fecundação e estimulação hormonal, essa camada vai embora, ou seja, os pequenos vasos ali e parte das células descamam. Não quero usar termos técnicos, então resumindo, você sangra pra renovar essa camada.


Sempre tive muitas alergias de absorventes pois minha pele é muito sensível e além da alergia que sempre me incomodava, tinha também o cheiro desagradável que se forma é porque o sangue sai do nosso corpo, entra em contato com o ar,e ai que se inicia o processo de coagulação, mas ai a coisa piora quando entra em contato com o absorvente e se você não troca pelo menos a cada 1 hora fica aquele cheiro horrível e desagradável.
Foi ai que conheci o coletor menstrual e me apaixonei vou explicar porque.



Feliz dia das Mães - Mudanças na minha vida ápos a maternidade


8 de mai de 2016


Oi Mamães, 


Tudo bem?



Dia das Mães - Mudanças ápos a maternidade


Como minha vida mudou ápos a maternidade, mudanças físicas, emocionais, psicológicas, financeira, pessoais e interpessoais.

Analisando esses 3 anos posso falar com toda a certeza que hoje sou muito mais feliz, segura e muito mais humana.
Antes da maternidade eu ficava nervosa com coisas pequenas, tudo me irritava, era muito impaciente e as coisas tinham que ser sempre do meu jeito e na hora que gostaria.
Assim que descobri a gravidez algo mudou dentro de mim, no primeiro momento não acreditava, assim que caiu a ficha eu fiquei radiante, feliz, eu sentia uma felicidade que não cabia em mim, contei para todo mundo que estava esperando um filho.
Quando vi o Gabriel no meu colo eu dei um beijinho e ele olhou para mim , foi o momento mais feliz da minha vida.
Com a chegada do meu filho as coisas mudaram completamente, eu sofri com as noites mal dormidas, ficava muito mal humorada mas feliz por estar com o meu bebê perfeitinho e com muita saúde.
A adaptação não é fácil mas sobrevivemos, fazia o que o meu instinto de mãe achava que era melhor, e até hoje é assim, sempre faço o que meu instinto manda, pelo meu filho movo montanhas, faço o possível e o impossível pela felicidade e bem estar do meu pequeno.
Sou uma mãe com muitos defeitos , não sou perfeita, mas o meu amor por ele  é tão grande que a cada dia busco ser uma pessoa melhor para toda a minha família.
Aprendi muito com a maternidade e quero a cada dia aprender mais para ser um ser humano melhor para todos ao meu redor.

Feliz dia das mães e aproveite o dia com seus filhos e familiares!



Vamos aos links do meu grupo de blogagem coletiva MPB , com certeza vão gostar.

Lancheira do João


Espaço das Mamães

As Passeadeiras

Mamãe Antenada

Mamãe do Pedro Augusto

Pai tem que fazer de tudo

Pai de Cinco

Mamae Sacchi

Blog Maternidade Sem Frescura

Da Fertilidade a Maternidade

Minha Mãe não é daqui

Manual de uma Mãe

Mamãe Robô

Mãe de Guri e Guria

Recem Mãe

Mundo da Mãe


Bjs,